segunda-feira, 24 de abril de 2017

Beleza e Amor - Rumi

O Teatro Mágico - Brilha Onde Estiver


Poema Citado...

Vigília
O Teatro Mágico

Milagre, milagre!
O milagre que eu esperei nunca me aconteceu,
Mas não ha de ser nada, pois eu sei que a madrugada acaba quando a lua se põe.
Os meus sonhos estão todos na UTI
Esperanças já não há,
Os milagres estão todos em coma.
E eu?
Eu sigo só, só me resta esperar
Faço vigílias todas as noites, do quintal da minha casa.
Eu dou conta de todas as estrelas
Certa vez eu dei falta de uma delas
Cade a porra da estrela que estava ali?
Há, é uma estrela cadente
Ela é cadente... a estrela.
Eu tive cinco,
Eu tive cinco segundos para fazer a minha prece e fiz, e fiz, e fiz.
Enquanto estava de olhos fechados
Enquanto estava de olhos fechados
Eu imaginava os meus sonhos acordando,
Eu imaginava a esperanca batendo na porta da minha casa
Enquanto eu estava de olhos fechados a estrela caia
Perdeu a sua luz no fundo do mar
E eu? Eu sigo, so?
Só me resta esperar
Eu faço vigílias todos os dias, do telhado da minha casa.
Eu dou conta de todas as ondas
Eu torço para que uma delas saia do lugar
Para que eu possa ver brilho de luz no fundo do mar
Brilho de luz no fundo do mar
Estrela a brilhar, sonhos a sorrir, milagres acontecendo
Esperança de pé.
Mas não,
Mas não há de ser nada...
Pois sei que a madrugada acaba quando a lua se põe
A estrela que escolhi não cumpriu com meu pedido
Pois caiu no mar e se apagou.
Se souber nadar ... faz o favor ...
O milagre que eu esperei nunca....
Quem sabe sé você para trazer o que já é meu.


domingo, 16 de abril de 2017

Tudo passa... exceto DEUS


Que Deus não permita que eu perca o ROMANTISMO,
mesmo sabendo que as rosas não falam...
Que eu não perca o OTIMISMO, mesmo sabendo que o futuro
que nos espera pode não ser tão alegre...
Que eu não perca a VONTADE DE VIVER, mesmo sabendo que a vida é,
em muitos momentos, dolorosa...
Que eu não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS,
mesmo sabendo que, com as voltas do mundo,
eles acabam indo embora de nossas vidas...
Que eu não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS,
Mesmo sabendo que muitas delas são incapazes
de ver, reconhecer e retribuir, esta ajuda...
Que eu não perca o EQUILÍBRIO, mesmo sabendo
que inúmeras forças querem que eu caia...
Que eu não perca A VONTADE DE AMAR, mesmo sabendo que a pessoa que
eu mais amo pode não sentir o mesmo sentimento por mim...
Que eu não perca a LUZ E O BRILHO NO OLHAR, mesmo sabendo que muitas coisas
que verei no mundo escurecerão os meus olhos...
Que eu não perca a GARRA, mesmo sabendo que a derrota e a perda
São dois adversários extremamente perigosos...
Que eu não perca a RAZÃO, mesmo sabendo
que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas...
Que eu não perca o sentimento de JUSTIÇA, mesmo
sabendo que o prejudicado possa ser eu...
Que eu não perca o meu FORTE ABRAÇO, mesmo sabendo
que um dia os meus braços estarão fracos...
Que eu não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VIVER, mesmo sabendo
que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma...
Que eu não perca o AMOR POR MINHA FAMÍLIA, mesmo sabendo que ela
muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia...
Que eu não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR que existe em meu coração,
mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado...
Que eu não perca a vontade de SER GRANDE, mesmo
sabendo que o mundo é pequeno...
E acima de tudo...
Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente!
Que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um
é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois,,,
A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS
E CONCRETIZADA NO AMOR!

Chico Xavier

sábado, 15 de abril de 2017

Caminhante



"Sou uma caminhante na estrada do aprendizado do amor. Às vezes, exausta, eu paro um pouquinho. Cuido das dores. Retomo o fôlego. Depois, levanto e, seduzida, enternecida pelo chamado, cheia de fé, eu prossigo. Um passo e mais outro e mais outro e mais outro, incontáveis. Sei de cor que não é fácil, mas sei também que é maravilhoso olhar para o caminho percorrido e perceber o quanto a gente já avançou, no nosso ritmo, do nosso jeito, um passo de cada vez."
Ana Jácomo

sexta-feira, 14 de abril de 2017

OM SHANTIH


LOKAH SAMASTAH SUKHINO BHAVANTHU

"Que todos os seres sejam felizes"



Entretanto, hoje em dia não há paz no mundo. Para onde quer que se olhe, existem somente “pedaços” 

Sua felicidade é minha felicidade. Eu estou em paz e em bem-aventurança quando todos atingem a paz, inclusive aqueles os quais não conheço, em campos de refugiados,em zonas de guerra, aqueles entregues à própria sorte, nas ruas, nos lares, hospitais, asilos, orfanatos, enfim...Minhas mais sinceras e afetuosas vibrações de amor a todos, a todos...

A vida não cessa...



A vida não cessa e a morte é um jogo escuro de ilusões
Fechar os olhos do corpo não decide os nossos destinos
É preciso navegar no próprio drama ou na própria comédia
Uma existência é um ato
Um corpo, uma veste
Um século, um dia...
E a morte, a morte é o sopro renovador...
Mas não vou sofrer com a idéia da eternidade
Há sempre tempo de recomeçar

André Luiz - Nosso Lar

sábado, 8 de abril de 2017

Poemas Místicos do Oriente - O Destino Do Coração



Poemas Místicos do Oriente 

O Destino Do Coração

Os olhos foram feitos para ver  coisas insólitas,
Fez-se a alma para gozar da alegria e do prazer,
O coração foi destinado a embriagar-se na beleza do amigo,
Ou na aflição da ausência.
A meta do amor é voar até o firmamento.
A do intelecto, desvendar as leis do mundo.
Para além das causas estão os mistérios,
As maravilhas.
Os olhos ficarão cegos,
Quando virem que todas as coisas,
São apenas meios para o saber.
O amante, difamado neste mundo,
Por uma centena de acusações,
Receberá no momento da união,
Cem títulos e nomes.
Peregrinar nas areias do deserto
Exige beber leite de camelo
E ser pilhado por beduínos.
Apaixonado, o peregrino beija a pedra negra,
Ansioso por sentir mais uma vez
O toque dos lábios do amigo,
E degustar como antes o seu beijo.
Ó alma,
Não cunhes moedas com o ouro das palavras.
O buscador é aquele que vai a própria mina de ouro.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Jane Austen - Razão e Sensibilidade



... não tenho medo de mostrar meus sentimentos
e de fazer coisas imprudentes,
pois acredito que o que não se mostra, não se sente.
Coisa que talvez surpreenda muito a você,
pois os seus sentimentos são tão guardados
que parecem não existir realmente..

Trecho de razão e sensibilidade

Jane Austen

terça-feira, 4 de abril de 2017

Poemas Místicos Do Oriente Voz: Leticia Sabatella Poema: Rubayat III Poemas Misticos


Na voz de Leticia Sabatella - Rubaiyat


No céu, a mão esquerda da alvorada; eu sonho.
Na taberna, uma voz escuto na algazarra
- Despertai, meus pequenos, e enchei bem o copo
antes que seque o vinho da vida em sua jarra.

Ah! Enche o copo! De que serve repetir
que o tempo sob os nossos pés já vai fugindo?
O amanhã não nasceu e o ontem já morreu,
porque me hei-de importar, se o dia de hoje é lindo?

E ao côncavo invertido que se chama o céu,
sob o qual rastejaram o vivo e o que morreu,
não ergas tuas mãos, pedinte. Ele é impotente
no seu girar, tal qual o somos tu ou eu.

O dedo que se move escreve, e, tendo escrito,
se vai. E toda a argúcia e piedade, entretanto,
não o trarão de volta a mudar meia linha,
nem as palavras podes apagar com o pranto.

E se o vinho que bebes, o lábio que oprimes
findam nesse nada que a tudo dá sumiço,
imagina, então, que és; não podes ser senão
o que hás-de ser - nada! Não serás menos que isso.

Façamos o que é do que inda há por fazer
antes que também nós ao pó vamos enfim.
O pó vai para o pó, sob o pó vai jazer
sem vinho, sem canções e sem cantor... sem fim.

É tudo um tabuleiro de noites e dias;
os homens são peças, e o fado temerário
com elas joga, e move, e toma, e dá o mate,
e uma a uma as recolhe, e vai guardar no armário.